Espaço reservado

Queira identificar-se,
para aceder ao espaço colaborativo

Senha esquecida?

Outras redes de gestores de AMP

imprimir a páginaexportar em PDFshareinscrever-se ao fluxo RSSreduzir o tamanho dos caracteresAumentar o tamanho dos caracteres

Para responder aos objectivos das convenções dos Mares Regionais (OSPAR, Cartagena, Barcelona, etc.), é hoje necessário trabalhar em rede a essa escala.

Este nível de cooperação permite encontros para partilhar problemáticas comuns que vão além das fronteiras nacionais e permite deste modo ser uma força de proposta a nível internacional.

Mediterrâneo / MedPAN

MedPAN é a rede de gestores de áreas marinhas protegidas no Mediterrâneo.
O objectivo da rede é de melhorar a eficácia de gestão das áreas marinhas protegidas no Mediterrâneo. A rede MedPAN é constituída até hoje por mais de 26 membros, sobretudo gestores de áreas marinhas protegidas de toda a bacia mediterrânica, e por 16 parceiros desejosos em contribuir à criação e ao reforço da rede.

Estes parceiros gerem mais de 30 áreas marinhas protegidas e trabalham à criação de vários sites. Desde 1990, a rede MedPAN procura federar os gestores de áreas marinhas protegidas (AMP) no Mediterrâneo e apoiar suas actividades de gestão.

No final de 2008 organizou-se em associação e desde o final de 2009 passou a estar dotada de um secretariado permanente. A MedPAN tem por objectivo promover a criação, a perenização e o funcionamento de uma rede mediterrânica de áreas marinhas protegidas.

www.medpan.org

África Ocidental / RAMPAO

A Rede nasceu após as recomendações do primeiro FORUM do Programa Regional de Conservação da Zona Costeira e Marinha em Africa Ocidental (PRCM) que decorreu na cidade de Conacri em Maio de 2004. Esta estratégia obteve um forte apoio político dos Estados, que se traduziu por uma Declaração de Política Geral assinada por 10 ministros encarregados pelo meio ambiente e pescas em 6 países: Cabo Verde, Gâmbia, Guiné, Guiné-Bissau, Mauritânia e Senegal.

Após um longo processo de reflexão e de concertação entre os responsáveis de AMP e as diferentes instituições implicadas na gestão dos recursos marinhos e costeiros, a rede regional de AMP e Africa Ocidental - RAMPAO - foi oficialmente criada por quinze AMP membros aquando da Assembleia Constituinte que decorreu no dia 16 de Abril de 2007 na cidade da Praia em Cabo Verde.

www.rampao.org

CARAÍBAS / CamPAM

A rede e o fórum das áreas marinhas protegidas caribenhas é uma acção regional para melhorar a comunicação e as competências na região das Caraíbas.

CaMPAM foi criado em 1997 no âmbito do programa para o meio ambiente nas Caraíbas (programa das Nações Unidas para o meio ambiente UNEP-CEP) e do protocolo para as áreas especialmente protegidas (Protocol SPAW) da convenção de Cartagena. Desde essa data, a rede recebeu o apoio de governos, de fundações e de peritos; Esta iniciativa agrupa pesquisadores que trabalham sobre as AMP, administrações, gestores e docentes.

www.campam.gcfi.org/campam.php

cimo da página

Logos Atlantic AREA et European Union